<<

Vídeo: a caminho da Caldeira de Santo Cristo

Num dos nossos programas A caminhar percorremos cerca de 100km de trilhos pelas ilhas do triângulo. Na peculiar ilha de São Jorge, caminhámos pelo trilho que desce até à Fajã da Caldeira de Santo Cristo onde desfrutámos das paisagens incríveis aí encontradas.

A Fajã da Caldeira de Santo Cristo é um sítio que emana uma energia especial. Apesar de nos últimos anos ter-se tornado mais conhecida e ter sofrido com o desenvolvimento turístico local, fazer o trilho que chega até ela continua a ser imperativo.

Acabar o trilho na Fajã dos Cubres é gratificante: trata-se de uma fajã classificada como Sítio de Importância Internacional ao abrigo da Convenção de Ramsar, relativa à Convenção sobre Zonas Húmidas de Importância Internacional, e a sua caldeira tem grande importância como habitat de aves aquáticas tais como: Cagarra-de-cory (Calonectris diomedea), Garajau-comum (Sterna hirundo), Garajau-rosado (Sterna dougallii), Garajau-escuro (Sterna fuscata), Galinhola (Scolopax rusticola), Rabo-de-palha-de-bico-vermelho (Phaethon aethereus), Narceja (Gallinago gallinago), etc.

Durante o trilho fizemos uma pausa para tomar um banho na cascata que lá se encontra. São Jorge é uma das ilhas previligiadas dos Açores onde podemos encontramos cursos de água permanentes com água límpida e cristalina. Dependendo da época do ano a água pode apresentar-se bastante fria, mas será sempre uma experiência gratificante que nos aquece a alma.

#ourislandway
your shoes in our steps

On our way to Caldeira de Santo Cristo with Pedro! from Ourisland on Vimeo.

Top